sexta-feira, 4 de janeiro de 2019

“Penacova tem bom ar” - Roteiro do Arista.

Roteiro do Arista – “Penacova tem bom ar”

No início do século XX, Penacova era um local de eleição para aqueles que procuravam locais com boa qualidade de ar e que ficariam conhecidas como “aristas”.
Penacova selecionou oito locais de grande expressão turística, tantos quantas as letras da palavra PENACOVA, instalando uma letra em cada local, criando o “Roteiro do Arista”.
Como ponto de partida o Centro BTT, podes utilizar vários percursos (btt e/ou estrada) para encontrar cada urna das letras:

Letra P – Penedo do Castro


Letra E – Mosteiro do Lorvão

Letra N – Fornos da Cal


Letra A – Mirante

Percurso Pastel do Lorvão (estrada – no centro de Penacova seguir para o mirante).

Letra C – Reconquinho



Letra O – Moinhos de Gavinhos


Letra V – Vimieiro


Letra A – Livraria do Mondego


segunda-feira, 3 de dezembro de 2018

Assalto ao Caramulo 2018 – A década.

                                                                                                                Foto inicial.

No passado sábado, dia 01.12.2018 realizou-se o Assalto ao Caramulo 2018 – A década. Este evento que vai na sua 10ª edição, junta todo o tipo de Bttistas, desde o domingueiro ao atleta de competição, tem a particularidade de partir de vários locais da região com o objetivo de chegar ao ponto mais alto do Caramulo.
Estando o Centro BTT de Penacova a cerca de 45km do Caramulinho (ponto mais alto da serra do Caramulo), uma vez mais vários bttistas nos escolheram como ponto de partida/chegada.

                                                                        Mapa enquadramento com percurso de ida e de regresso.

O percurso delineado (Penacova-Caramulo-Penacova) percorreu estradas, caminhos e trilhos dos concelhos de Penacova, Mortágua e Tondela num total de 93 km dando a conhecer alguns dos trilhos do Centro BTT de Penacova.

domingo, 30 de setembro de 2018

Nos Caminhos da Batalha do Bussaco


Hoje, dia 30.09.2018 fomos dar a conhecer alguns dos locais onde decorreu a batalha do Bussaco a 27.09.1810, que opôs as tropas francesas, comandadas pelo general Massena e as anglo-lusas, lideradas pelo general Wellington.

Num percurso de cerca de 45km, com partida e chegada no Centro BTT de Penacova (praia fluvial do Reconquinho), o seu trajecto levou os participantes à Portela de Oliveira, ao Posto de Comando, ao Obelisco e a Santo António do Cântaro.

Mapa de enquadramento dos percursos com zonas de interesse.

Algumas fotos cedidas pelo Bruno Costa: Passeio do Bussaco

Link do percurso realizado: Batalha do Bussaco

quarta-feira, 11 de outubro de 2017

Percurso da Serra do Bussaco.

Percurso da Serra do Bussaco
                       
                       
Percurso de estrada circular, com início e final comum, no Centro de Btt de Penacova, com pequenas passagens no concelhos de Arganil e Mealhada.
Saindo do Centro BTT pela EN2 em direcção a Vila Nova. Após passarmos Vila Nova e a Livraria do Mondego viramos à direita para Miro/Vale Maior/Friúmes/Carregal. No Carregal descemos para o rio Alva, passando na praia Fluvial do Vimieiro subimos a Paradela da Cortiça. Daqui seguimos para a EN17 passando por São Martinho da Cortiça/Poços/Catraia dos Poços. Apanhamos a estrada paralela ao IC6 e seguimos por Atouguia/Cruz do Soito/São Pedro de Alva/Quintela/Silveirinho. Em Silveirinho viramos à direita na EM532 para Travanca do Mondego até à Barragem da Aguieira. Aqui apanhamos a EN2 e seguimos na margem do rio Mondego até Oliveira do Mondego. Subimos por Oliveira do Mondego e daqui novamente para Travanca do Mondego/Silveirinho. Em Silveirinho seguimos à direita na EN17-2 por Arroteia/Lavradio até Porto da Raiva. Aqui viramos à direita para Coiço/Gondelim/Carvalhais/Ribeira de Aveledo/Aveledo/Carvalho. Após Carvalho subimos ao Lourinhal/Sto António do Cântaro/Cerquedo nas encostas do Bussaco. Após Cerquedo viramos à direita para apreciar a paisagem da Cruz Alta. Daqui descemos pelo mesmo local para passar no interior da Mata do Bussaco e apanhar a EN235 passando em Carvalheiras/Cácemes/Contenças/Sazes/Espinheira. Na Espinheira seguimos à direita para Telhado/Gavinhos. Daqui à direita para Figueira de Lorvão e subimos para Granja/Paradela/Aveleira. Na Aveleira seguimos à esquerda para São Mamede/Lorvão. Após pssar o Mosteiro do Lorvão subimos a Sernelha. Daqui, à direita descemos Cheira/Penacova e Centro BTT.
Link do percurso:



CARACTERIZAÇÃO


Trata-se de um percurso de constante sobe e desce, que apesar de não atingir grandes altitudes apresenta um elevado acumulado, exigente fisicamente dada a existência de várias subidas de inclinação acentuada.

Mapa do percurso.

Perfil de altimetria 120km – 2500mD+.



PRINCIPAIS SUBIDAS


Este percurso passa em algumas subidas existentes no concelho de Penacova, que apesar de pequena extensão apresentam pendentes consideráveis.
Subida
Perfil
Características
- Miro

Distância 4km
Acumulado 175m D+
% max. 12
% med. 4

- Vimieiro – Paradela da Cortiça

Distância 1,7km
Acumulado 137m D+
% max. 13
% med. 8,1

- Carvalho - Seixo

Distância 1,4km
Acumulado 110m D+
% max. 15
% med. 8,1

- Granja - Aveleira

Distância 4,6km
Acumulado 200m D+
% max. 9
% med. 4

- Lorvão - Sernelha

Distância 2,8km
Acumulado 160m D+
% max. 9
% med. 5,7




PONTOS DE INTERESSE


Ao longo do seu trajeto encontramos os seguintes pontos de interesse:
- Rio Mondego
O rio Mondego, maior rio que nasce em Portugal passa em Penacova, criando alguns locais de beleza única.

- Livraria do Mondego
Monumento natural de quartzitos, rocha constituída por areias endurecidas, que o tempo esculpiu ao longo de 400 milhões de anos, aqui estão dispostos na vertical marcando a paisagem das margens do rio Mondego.

- Praia fluvial do Vimieiro
Praia situada no rio Alva, de águas cristalinas e rodeada de verde, é um local acolhedor e que convida a um mergulho.

- Barragem da Aguieira
Barragem do tipo "Arcos Multiplos" construída em 1979, entrou em funcionamento em 1981.
Possui uma altura de 89m e um comprimento de coroamento de 400m. A sua albufeira é das maiores da Europa e possui uma produção média anual de 209,9(GWh).

- Barragem da Raiva
Tendo a montante a barragem da Aguieira, funciona como contraembalse desta. Possui uma altura de 36m e um comprimento de coroamento de 200m.

- Cruz Alta
Na Cruz Alta, nos seus cerca de 550 metros de altitude podemos avistar uma extensa parte da zona centro de Portugal, que vai do mar às serras da Estrela, do Caramulo, do Açor e da Lousã.

- Mata Nacional do Bussaco
Mata Nacional do Bussaco é um local de elevado património natural e cultural, localizada à entrada da vila do Luso.

- Mosteiro do Lorvão
O Mosteiro do Lorvão localiza-se na localidade do Lorvão. Foi um importante mosteiro e centro de produção de manuscritos iluminados do século XII, servindo depois como mosteiro feminino.





quarta-feira, 4 de outubro de 2017

Percurso da Portela de Oliveira.

Percurso da Portela de Oliveira



Percurso de estrada circular, com início e final comum, no Centro de Btt de Penacova.
Saindo do Centro BTT pela EN2 em direcção a Vila Nova. Após passarmos Vila Nova e a Livraria do Mondego viramos à direita para Miro/Vale Maior/Friúmes/Carregal. No Carregal descemos para o rio Alva, após a praia Fluvial do Vimieiro subimos a Hombres/São Pedro de Alva. Daqui, à esquerda pela EN17-2 seguimos por Quintela/Silveirinho/Arroteia/Lavradio até Porto da Raiva. Aqui viramos à direita para Coiço/Gondelim/Carvalhais/Ribeira de Aveledo/Aveledo/Carvalho. Após Carvalho subimos ao Lourinhal/Sto António do Cântaro nas encostas do Bussaco. Após Santo António do Cântaro seguimos à esquerda para a Portela de Oliveira e apreciar a paisagem deste local. Daqui descemos pelo mesmo local e seguimos para a Espinheira. Na Espinheira seguimos à direita para Telhado/Gavinhos/Sernelha. Em Sernelha descemos para Cheira/Penacova e Centro BTT.
Link do percurso:


CARACTERIZAÇÃO


Trata-se de um percurso que apesar de não grandes subidas, tem um acumulado considerável dado o constante sobe e desce.
Mapa do percurso.
Perfil de altimetria 67km – 1450mD+.



PRINCIPAIS SUBIDAS


Este percurso passa em algumas subidas existentes no concelho de Penacova, subidas curtas mas em alguns pontos apresentam pendentes consideráveis.
Subida
Perfil
Características
- Miro

Distância 4km
Acumulado 175m D+
% max. 12
% med. 4

- Vimieiro - Hombres

Distância 1,2km
Acumulado 96m D+
% max. 12
% med. 7,4

- Carvalho - Seixo

Distância 1,4km
Acumulado 110m D+
% max. 15
% med. 7,2


PONTOS DE INTERESSE


Ao longo do seu trajeto encontramos os seguintes pontos de interesse:
- Rio Mondego
O rio Mondego, maior rio que nasce em Portugal passa em Penacova, criando alguns locais de beleza única.


- Livraria do Mondego
Monumento natural de quartzitos, rocha constituída por areias endurecidas, que o tempo esculpiu ao longo de 400 milhões de anos, aqui estão dispostos na vertical marcando a paisagem das margens do rio Mondego.

- Praia fluvial do Vimieiro
Praia situada no rio Alva, de águas cristalinas e rodeada de verde, é um local acolhedor e que convida a um mergulho.

 - Barragem da Raiva
Tendo a montante a barragem da Aguieira, funciona como contraembalse desta. Possui uma altura de 36m e um comprimento de coroamento de 200m.

- Portela de Oliveira
Na Portela de Oliveira, em pleno perímetro florestal da serra do Buçaco, existe um dos maiores Núcleo molinológicos do país, constituído por vários moinhos de vento, alguns ainda em bom estado de conservação. Aqui podemos também visitar o museu do Moinho Vitorino Nemésio e contemplar a magnifica paisagem do miradouro.

- Mosteiro do Lorvão
O Mosteiro do Lorvão localiza-se na localidade do Lorvão. Foi um importante mosteiro e centro de produção de manuscritos iluminados do século XII, servindo depois como mosteiro feminino.

sexta-feira, 29 de setembro de 2017

Percurso do Rio Mondego.

Percurso do Rio Mondego

Percurso de estrada circular, com início e final comum, no Centro de Btt de Penacova.
Saindo do Centro BTT pela EN2 em direcção a Vila Nova/Porto da Raiva. Aqui viramos à esquerda para Coiço/Gondelim/Carvalhais/Boas Eiras/Vale Gonçalo/Chã/Casal de Santo Amaro. Aqui seguimos à direita para Ribela/Espinheira. Na Espinheira seguimos à esquerda para Telhado/Gavinhos/Sernelha. Em Sernelha descemos para Lorvão/Chelo/Rebordosa. Aqui seguimos à direita, na EN10, estrada da beira rio, depois à esquerda pela EN2 por Lourosa/Ronqueira/Carvoeira e Centro BTT.
Link do percurso:


 CARACTERIZAÇÃO


Trata-se de um percurso com início no Centro de BTT de Penacova e que acompanha a margem esquerda do rio Mondego até à barragem da Raiva. Daqui segue num constante sobe e desce até à Espinheira, para daqui descer para as margens do rio Mondego pelo Lorvão.  Para um percurso de 41 km apresenta um acumulado moderado.

Mapa do percurso.
Perfil de altimetria - 41km – 840mD+.



PRINCIPAIS SUBIDAS


Como este percurso se desenvolve maioritariamente ao longo das margens do rio Mondego, não apresenta grandes subidas, sendo apenas de salientar a subida de Besteiro à Chã.
Subida
Perfil
Características
- Besteiro - Chã

Distância 1,9km
Acumulado 140m D+
% max. 11
% med. 8


3.    PONTOS DE INTERESSE


Ao longo do seu trajeto encontramos os seguintes ponto
- Rio Mondego
O rio Mondego, maior rio que nasce em Portugal passa em Penacova, criando alguns locais de beleza única.

- Livraria do Mondego
Monumento natural de quartzitos, rocha constituída por areias endurecidas, que o tempo esculpiu ao longo de 400 milhões de anos, aqui estão dispostos na vertical marcando a paisagem das margens do rio Mondego.

- Barragem da Raiva
Tendo a montante a barragem da Aguieira, funciona como contraembalse desta. Possui uma altura de 36m e um comprimento de coroamento de 200m.

 - Mosteiro do Lorvão
O Mosteiro do Lorvão localiza-se na localidade do Lorvão. Foi um importante mosteiro e centro de produção de manuscritos iluminados do século XII, servindo depois como mosteiro feminino.

segunda-feira, 10 de julho de 2017

6ª Rota dos Escaravelhos - Travanca do Mondego

6ª Rota dos Escaravelhos 2017
A edição deste ano da rota dos Escaravelhos teve um percurso com cerca de 47km e aproximadamente 1150m de acumulado, maioritariamente ao longo dos trilhos traçados nas margens do rio Mondego e do rio Alva.
Com inicio e final junto na Associação Recreativa e Cultral de Travanca do Mondego, o percurso depois de percorrer alguns km nas ruas de Travanca do Mondego, segue para a zona industrial onde entra em terra batida em direcção à ribeira de Lagares. Aqui encontramos o primeiro single track que contorna a ribeira de Lagares e nos leva até Oliveira do Mondego. Atravessamos a ribeira de Lagares numa estreita ponte em xisto e subimos para o Lavradio, atravessamos a EN 17 e novamente em terra até Laborins. Deixamos Laborins e seguimos para a praia fluvial do Cornicovo pelo single track do Moleiro, aqui é necessária alguma prudência para evitar algum percalço.
No Cornicovo espera-nos o 1º reforço, aos 16km, fundamental para repôr energias, antes de atravessar o rio Alva e subir, em estradão de bom piso até Outeiro Longo, atravessamos a estrada e descemos rápidamente para a EN 2.
Após percorrida uma pequena extenção da EN 2 apanhamos os single track´s das margens do rio Mondego. Entramos na margem esquerda, atravessamos para a margem direita pelo açude da Foz do Alva, seguimos sempre em single track até à mini-hídrica e daqui em estradão até à barragem da Raiva.
Na barragem da Raiva passamos para a margem esquerda do Mondego onde entramos em mais uma série single track´s até ao 2º reforço, no Porto da Raiva, aos 34km.
Recompostas as forças atravessamos a ponte pedonal do IP3, subimos em direcção a Paredes e apanhamos o espetacular single track do "Javali" que serpenteia a ribeira de Paredes e nos leva à margem direita do rio Alva.
Seguimos num sobe e desce constante pelas margens do rio Alva até à praia Fluvial do Cornicovo, passando em vários single track´s, sendo de destacar as passagens em manchas de vegetação autotone e pontes de madeira sobre o rio na Maria Delegada.
Chegados ao Cornicovo, o convite a um mergulho é sempre tentador. Seguimos em estradão de bom piso para Ribeira, Vale da Vinha e Silveirinho.
Em Silveirinho seguimos por estrada até à
 Associação Recreativa e Cultral de Travanca do Mondego.

Link para percurso:  Rota dos Escaravelhos 2017